Provavelmente sua mentalidade quando você entrou na faculdade era muito diferente da mentalidade de quando você saiu, estou certa? E você sabe o por quê?

Tudo na vida é evolução. Evoluímos em nossas carreiras, em nossas habilidades e em diversos outros setores. Nosso inconsciente psicológico não foge dessa regra. Quando estamos na escola e no ensino médio, aprendemos através da pedagogia, um modelo onde disciplinas são ensinadas por sua importância para o desenvolvimento do conhecimento do jovem. Esses conhecimentos são importantes para que tenhamos um melhor entendimento do mundo.

Quando nós saímos da escola, teoricamente somos adultos, certo? Fisicamente sim, mas para nos considerarmos realmente adultos, precisamos evoluir nosso psicológico para nos tornarmos independentes. Inclusive no quesito educação.

Você não vê por aí adultos tendo conhecimento enfiado dentro da sua cabeça por obrigação. Adultos geralmente vão atrás do que querem aprender e isso se chama Andragogia. A principal definição pertence ao “Pai da Andragogia”, Malcolm Knowles. Ele nos diz que “é a arte ou ciência de orientar adultos a aprender”. No livro “The Adult Learner” (“Aprendizagem de Resultados”, no Brasil), Knowles apresenta seis princípios da Andragogia.

 

  1. A Necessidade de Aprender

Adultos geralmente não se abrem ao novo como os jovens. Eles precisam saber das razões da capacitação a qual estão sendo apresentados. Se não entenderem o porque devem aprender algo, eles irão virar as costas e ir embora. Para se ter sucesso ensinando adultos, devemos explicar como e porque aquele aprendizado vai melhorar seu rendimento.

  1. O Autoconceito

Tendemos a ser mais autônomos e autodirigidos na busca de nosso conhecimento. Pessoas maduras conseguem ver e entender que certas lacunas precisam de conhecimentos específicos para serem fechadas.

  1. Experiência

Diferente da maioria dos jovens, nós adultos já tivemos muitas vivências e experiências práticas. Portanto, essas experiências formam em nossas mentes, depósitos de significados e mapeiam um modelo mental de como enxergamos o mundo. Para ensinar adultos é necessário mapear essas experiências para facilitar a associação das informações, potencializando a aprendizagem. Quanto mais experiências os adultos envolvidos tiveram, mais rica vai ser a discussão entre o grupo. Porém, ao mesmo tempo que auxilia, também pode dificultar a ação educacional, pois grupos heterogêneos tendem a aprender de maneiras diferentes. Para entender mais sobre, leia o post sobre a Metodologia da Escola Caxias Criativa clicando aqui!

  1. Prontidão para Aprender

A necessidade de aprender dos adultos vem da sua busca constante em se adaptar ao mundo e suas mudanças. O cumprimento de tarefas de desenvolvimento, para nós, significa um rito de passagem, onde situações relacionadas ao cotidiano e à vida, são constantes. Trilhas de Aprendizagem contribuem para a aprendizagem, construindo desafios que devem ser superados para que se possa avançar.

  1. Orientação para Aprendizagem

Você já reclamou alguma vez de ter aprendido Bháskara e nunca ter utilizado depois da escola? Isso se deve ao fato de que adultos valorizam a aprendizagem que ajuda a resolver problemas do dia a dia. Por isso, para ser melhor assimilada, esse ensinamento deve ser oferecido de maneira contextualizada. Estimular a resolução de problemas e superação de desafios, como dito no item anterior, faz com que a absorção do conhecimento seja muito mais efetiva. Aqui na Escola Caxias Criativa valorizamos muito isso, faz parte da nossa Metodologia de Ensino. Saiba mais sobre a ECC clicando aqui.

  1. Motivação

Fatores externos como salário, carreira e empregabilidade nos estimulam a continuar sempre nos aprimorando, porém, fatores psicológicos como satisfação, reconhecimento e autorrealização, são as verdadeiras energias motivadoras que fazem com que adultos sigam sempre aprendendo.

Se você quiser ver a andragogia na prática, dê uma olhada no Curso de Especialização na Metodologia QEMP que a Clinton Education desenvolveu e a Escola Caxias Criativa trouxe para o Rio Grande do Sul. Nele você irá aprender a como o QEMP consegue, através de seis pilares fundamentais e quatro dimensões pessoais, fornecer métricas que facilitam a jornada empreendedora, apresentando objetivos de ação que alavancam os seus resultados.

Agora a Escola Caxias Criativa faz parte da ECC Hub, um hub destinado a fazer da Criatividade uma ferramenta de resultados para profissionais e empresas!